quinta-feira, 17 de junho de 2010

Consumismo

Consumismo, segundo o wikipedia é o ato de consumir produtos e/ou serviços, indiscriminadamente, ...
Este é um assunto bem polêmico (pra quem não gosta de se presentar) e confesso que adoro um shopping!
Nunca fui de passar dos limites do meu querido cartão de crédito, não sou uma pessoa sem noção e sei muito bem até onde posso ir... mas sempre penso "bem que poderia comprar mais um".



No filme "Os delírios de consumo de Becky Bloom" (mega antigo) é exatamente sobre isso. Uma pessoa sem noção de ter limites! Mas em partes do filme ela fala daquela sensação maravilhosa que você tem ao pegar em um sapato, ou uma bolsa e vê-la como sua, não pelo simples fato de comprar, mas sim pelo prazer que aquilo te dá.

Sei que é difícil pra quem não é nem um pouco fã do ato de comprar entender o que estou escrevendo aqui, mas pensa: você está naquele dia cheio, estressado, com milhões de coisas pra resolver e de repente olha aquelas coisas que te dão uma sensação de leveza, parece que esquece os problemas por alguns minutos. Ai ai, não sei explicar, só não me entendam mal e pensem que sou fútil pois não sou.



A vida é feita de prioridades e eu as levo a sério. Minha vida é toda planejada, gosto de fazer tudo certinho mas vou confessar que quando estou a fim vou lá, compro e pronto!
Um dia desses tinha acabado de comprar um sapato (fui comprar pra minha mãe e acabei comprando pra mim, ha) e fui ao shopping com minha amiga de Sampa que adora a Stiletto (uma loja aqui da região, mas que estou preparando um post só pra ela). Lá fui eu fazer o sacrifício de levá-la e já estava consciente de que tinha acabado de adquirir um belo par e que não poderia fazer isso novamente. Adivinhem? MeuDeus! Sim, comprei outro sendo que nem tinha usado o primeiro ainda!
Não tenho culpa de amar sapatos, bolsas, roupas, relógios e tudo que me faz me sentir bem! Já nasci assim gente, sou vaidosa desde pequena... claro que depois que você adquiri certas responsabilidades na vida que deixam um pouco a sua vaidade de lado.
No começo eu vivia em pé de guerra com meu marido por causa disso, hoje temos um equilibrio, ele pensa que não tenho mais jeito, ahahaha, brincadeira! Ele me entende (só um pouco vai) e eu o entendo, quero ter filhos um dia... temos que pensar no futuro.
Mas eu trabalho tanto que mereço me presentear de vez em quando e de vez em quando ele não fala nada, hehe.
O consumismo independe de berço e dinheiro, é aquela sensação boa que te da independente do que você está adquirindo, mesma que seja algo que você ganhou.
Mas não guardo isso tudo pra mim, há um bom tempo aprendi a dividir! Quando não uso uma peça de roupa há mais de um ano (o certo são 6 meses) eu dou pra alguém. Quando compro um sapato novo tenho que dar outro (pois não cabe mais nenhum e odeio coisa sem organização), eu dou até meus makes que não uso mais... não sou egoísta, sei dividir. Vivo dando um monte de coisas para as minhas amigas e minha ajudante aqui em casa também ama quando resolvo arrumar tudo, ela fica louca de feliz!
Minha outra paixão na vida que largo tudo pra ter dinheiro nem que seja só pra isso é viajar. Sei que vocês estão pensado que gosto porque posso comprar coisas novas, ahaha, não é so por isso não. Viajar agrega valores na sua vida que ninguém pode tirar, você aprende, se renova, conhece novas culturas e percebe o quanto é feliz.
Tanta coisa boa nessa vida que as vezes penso que os problemas são um mero detalhe que precisa ser vivido.
Fiquem com Deus.
Bjinhos.

6 comentários:

Betty Gaeta disse...

Oi Gabi,
Eu tb adoro viajar e comprar. Tb não sou de estourar meu cartão, mas digamos que tenho mais do que preciso. Já concluí que "shopping is my fitness".
Bjkas e um ótimo final de semana.

Deia disse...

Gabi, esse post ficou perfeito! Bjos

Gabi Cristal disse...

Ai Betty, também tenho mais do que preciso, mero detalhe... hehe.
Obrigada Andréia, você é uma fofa!
Bjinhos.

Fer disse...

Oi tentei te escrever ontem varias vezes e fui interrompida por pequenas coisas e me esqueci de voltar...bom eu moro no pais de consumismo,quando morei em NY era pior ainda, mas como tudo na vida voce aprende, eu aprendi a me controlar e nao comprar nada a nao ser que eu goste e muito.

BJS

Gabi Cristal disse...

Nossa, morar em NY deve ser um teste de paciência hein? Acho que pra mim não iria dar muito certo não... hehe
Bjinhos.

Luxo de Pink disse...

Gabi, adorei esse post! Me identifiquei quase completamente com cada frase...rs! É que na maioria das vezes me bate o maior sentimento de culpa!rs Mas qd vou usar a roupa nova fico tao feliz que acho que compensa ahhahaa..

Bjinhosssss